terça-feira, 31 de março de 2020

Informações da Revista Veja para se prevenir  coronavírus.

VEJA TRAZ AS PRINCIPAIS INFORMAÇÕES SOBRE O IMPACTO DA PANDEMIA NO BRASIL E NO MUNDO

Jair Bolsonaro pressionado pela oposição e na contramão do Ministério da Saúde, brasileiros resgatados de Quito, Senado aprova auxílio de 600 reais a trabalhadores informais, cidade chinesa onde surgiu o novo coronavírus reabre o comércio e o aumento de casos e mortes no Brasil e no mundo. Esses são os cinco principais assuntos para você começar o seu dia bem-informado.

BOLSONARO SOB PRESSÃO
Em meio à crise causada pelo novo coronavírus, líderes da oposição como Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL) pediram a renúncia de Bolsonaro em carta assinada ainda por um governador e ex-governadores. Os políticos alegam que o presidente "comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos". Pressionado, Bolsonaro se defendeu na conversa com apoiadores e jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, disse que "o problema não é do presidente", mas "de todos" e questionou: "Trocar o presidente resolve tudo?". Após o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta , voltar a defender o isolamento social, medida criticada por Bolsonaro, fica a expectativa de qual será a reação do presidente e se ele continuará tentando diminuir a quarentena recomendada por autoridades médicas do Brasil e do mundo. Para auxiliar o Ministério da Saúde, o ministro da Justiça, Sergio Moro, autorizou o uso da Força Nacional de Segurança no combate à pandemia até 28 de maio.




RESGATE DE BRASILEIROS
O Ministério das Relações Exteriores enviou um avião para resgatar 160 brasileiros que estavam no Equador, país que fechou suas fronteiras para combater o coronavírus. Entre os nacionais resgatados está uma equipe paralímpica de natação que treinava em Quito para disputar as qualificatórias da Paraolimpíada de Tóquio — adiada para 2021. A expectativa é de que avião pouse no Aeroporto Internacional de Guarulhos nesta terça.




FALTA A SANÇÃO
O projeto que prevê o pagamento de 600 reais para auxiliar trabalhadores informais durante a crise do coronavírus foi aprovado pelo Senado de forma unânime. Os pagamentos serão feitos pelo Banco do Brasil, Caixa e Correios, mas antes o texto precisa ser sancionado por Jair Bolsonaro. Pelas redes sociais, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que está afastado por causa da Covid-19, pediu pressa ao presidente, que ainda não se manifestou. Saiba aqui quem pode receber a ajuda.




VIDA PÓS-QUARENTENA
Os comércios foram reabertos em Wuhan, capital da província de Hubei, na China, onde o novo coronavírus surgiu, em dezembro de 2019. Poucas pessoas, porém, se arriscaram a sair de suas casas. Nas lojas os funcionários usavam máscaras e pediam uma "distância segura". As novas medidas foram adotadas dias após a volta do transporte público na cidade, que ficou totalmente isolada por dois meses. Apesar das diversas medidas restritivas, como medir a temperatura de clientes, limitação do número de pessoas, Wuhan mostra que há vida após o coronavírus e dá esperança para outras cidades do mundo que vivem atualmente o pico da pandemia.




COVID-19 NO MUNDO
Diferentemente da China, onde os casos se estabilizaram e o número de recuperados é maior do que o de infectados no momento, outras metrópoles sofrem com o aumento de diagnósticos e mortes. No Brasil, os óbitos subiram para 159 e os pacientes com a Covid-19 saltaram para 4.579. O ministro da Saúde alertou que os casos vão aumentar nos próximos dias, já que cerca de 10 milhões de testes chegarão e serão distribuídos pelo país.

Nos Estados Unidos, epicentro da pandemia, os casos já passam dos 164 mil, com pouco mais de 3,1 mil mortos. Para ajudar no combate ao vírus, a China enviou 80 toneladas de materiais médicos aos EUA. Diante do aumento de casos na capital Washington, prefeita e governadores da região decidiram impor uma quarentena . País mais atingido na Europa, a Itália ultrapassou a marca de 100 mil casos e contabiliza mais de 11,5 mil óbitos. Na Espanha, terceira nação mais atingida pela Covid-19, ao menos 87 mil pessoas foram infectadas e outras 7,7 mil morreram. Apesar das fortes medidas adotadas nos países mais afetados pela crise sanitária, os números seguem em alta e o futuro da curva da doença ainda é incerto.

Manoel Limoeiro de Recife/PE .Cel. 81 984115456. E-mail; imoveisrpe@gmail.com

domingo, 27 de outubro de 2019

O que será do? Futuro do Brasil? Após a liberação dos presos da 2ª. Instância da Operação Lava Jato.

Que o País espera nos próximos dias da decisão do julgamento da liberação da prisão 2ª Instancia dos envolvidos na Operação Lava Jato no STF – Supremo Tribunal Federal. Espero que o povo  não se decepcione do enfraquecimento das liberações dos presos das lavagens do dinheiro público. Se a Justiça decidir é a sua jurisdição de cumprir a “Constituição Federal”. Mais por outro lado o cidadão fica punido nas questões relativos,  á saúde pública e educação. Se a maioria da Suprema  Corte favorecer a liberação dos apenados na 2ª Instância acaba com a Operação Lava Jato que já presta um grande serviço a Nação Brasileira. O que será do? Futuro do Brasil?


quinta-feira, 26 de setembro de 2019

LEI Nº 9.784 , DE 29 DE JANEIRO DE 1999

A Administração Pública Federal tem prazo de até 60 dias para da resposta a qualquer assunto do interesse do cidadão.
"Lei 9784 de 29 de janeiro de 1999.Artigos:

48º. A Administração tem o dever de explicitamente emitir decisão nos processos administrativos e sobre solicitações ou reclamações, em matéria de sua competência.

Artigo: 49 - 
Concluída a instrução de processo administrativo, a Administração tem o prazo de até trinta dias para decidir, salvo prorrogação por igual período expressamente motivada.

O INSS - Instituto Nacional do Seguro Social passa mais de meses para deferir ou indeferir um beneficio. Que na realidade são até sessenta dias. Portanto corra atrás para entrar com um mandato de segurança para o cumprimento do prazo estabelecido em "Lei". Procure a Defensoria Pública da União do seu estado. E entre com uma ação através de um defensor público. Lembre - se para fazer isso tem que ter 02 meses que você requereu seu benefício.  

Atenciosamente: Manoel José de Santana.
E-mail; imoveisrpe@gmail.com
Cel.81 984115456. Zap.

sábado, 21 de setembro de 2019

Vistas da Veneza brasileira, conhecida como o Recife.

Recife, é uma linda cidade. É a capital brasileira do maior Bloco carnavalesco do mundo, conhecido como o "Galo da Madrugada'. Arrastam milhões de foliões de toda parte do País e do planeta. Nas fotos avistamos o mar onde fica o Recife, antigo. É lamentável que o governo municipal não cuidar bem das limpezas das via públicas. É um maior mau cheiro de urina e até fezes por  faltam de banheiros químicos. Essa é a realidade do descanso do gestor público. Fotos de Manoel Limoeiro em: 21/09/2019.
Manoel José de Santana.

E-mail: imoveisrpe@gmail.com

Cel.81 984115456



quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Governo municipal do Recife ainda não concluiu Creche na Roda de Fogo.

É uma vergonha para a nossa comunidade nesse governo que elegemos ele. O prefeito Geraldo Júlio do Recife, não é nenhum salvador da Pátria. É obrigação do município de construir Creche e outros interesses sociais na comunidade de Roda de Fogo, na zona Oeste na Capital Pernambucana. Faz quase 08 anos e essa obra não saiu ainda é um absurdo para o gestor público. Não estou satisfeito com esse trabalho demorando do governo. Fotos de: Manoel José de Santana. Em: 16/09/2019
Recife -  PE,  18 de setembro  de  2019.

Manoel José de Santana.

E-mail: imoveisrpe@gmail.com

CEL. 81 -984115456 e meu zap.





terça-feira, 4 de setembro de 2018

Lamento muito o incêndio do museu nacional


Lamento muito o incêndio do museu nacional. Praça Mal. Âncora, s/nº. Centro- Rio de Janeiro – RJ. O maior museu da América Latina. Só agora que as autoridades acordam liberando verba para estrutura funciona. O pais tem grande perda de peças antigas nos tempos do império no Brasil.



domingo, 25 de março de 2018

País pra mim até agora não existe nenhum nome para concorrer a presidente da Republica.




Em pleno ano eleitoral o Brasil não tem nenhum nome para concorrer a presidencia da República. Os que estão ai são fichas sujas. Eu acho que como eleitor é o nosso dever de votar e analizar o passado e a vida de cada político que elegemos nas urnas. Nos últimos anos o País registrou a maior corrupção da Lava Jato. A Justiça prende e solta alguns deles. Enquanto o povo é punido com pessíma qualidade da saúde pública e educação. Atenciosamente: Manoel José de Santana.

Recife - PE. 25 de março de 2018.